27 de mar de 2010

Se hoje,  Renato Manfredini Júnior, estivesse vivo, estaria completando 50 anos, mas, quem é Renato Manfredini Junior?  ele é nada mais nada menos do que o grande mestre do Rock brasileiro: Renato Russo. E, para homenageá-lo, hoje, dia 27, está sendo lançado um disco póstumo, que se chama 'Renato Russo: Duetos. Maas, não para por aí, vários canais de músicas estarão homenageando esse grande compositor também. A MTVBrasil, estará exibindo um show acústico, e, uma entrevista, confira clicando AQUI. E, o site Memorial Renato Russo, também virá com novidades por aí.

'No ano de aniversário de 50 anos de Renato Russo queremos trazer muitas novidades para os fãs. Além do Disco póstumo "Renato Russo: Duetos" que será lançado neste sábado (27), existem alguns lindos projetos em andamento mas por enquanto resta esperar. Aproveitem o dia de hoje para cantar, dançar, lembrar e sentir a música e poesia de Renato Russo registrada no coração de todos através desses 50 anos de vida. Esperamos trazer novidades em breve. Parabéns Renato Manfredini Jr!'
 
'Renato morreu com apenas 45kilos, por causa da Aids, porém nunca revelou sua doença publicamente. foi cremado, e, suas cinzas foram lançadas no jardim do sítio de Roberto Burle Marx. 
Também foram lançados livros em sua homenagem:

Durante sua carreira teve quatro livros publicados e, após sua morte, outros quatro livros foram lançados sobre ele, sendo um deles "Conversações com Renato Russo", que contém trechos de entrevistas mostrando o seu ponto de vista sobre o rock, a Bissexualidade (incluindo a sua própria), o mundo, as drogas e a politica.
Do ponto de vista da análise técnica, isto é, da crítica literária (acadêmica), foi lançado o livro: "Depois do Fim - vida, amor e morte nas canções da Legião Urbana", de Angélica Castilho e Erica Schlude. Vale ser citado como bibliografia referencial os livros "O Trovador Solitário" e "BRock - O rock brasileiro nos anos oitenta", ambos de Arthur Dapieve.
Em junho de 2009, é lançada a biografia "Renato Russo: O filho da Revolução", do jornalista Carlos Marcelo Carvalho. A obra é contextualizada desde o período de infância de Renato, passando pela sua juventude - com acontecimentos políticos históricos da época forte de opressão da Ditadura Militar como pano de fundo - e culminando com o seu amadurecimento como homem, poeta, artista e músico.


                                                                           

2 comentários:

  1. ..foi cremado, e, suas cinzas foram lançadas no jardim do sítio de Roberto Burle Marx.

    Puta merda, eu estive nesse sítio, visitei o jardim e será que pisei nas cinzas dele? ¬¬ UHSAASUSHAUH

    ResponderExcluir
  2. kkkkk, só tú mesmo, cara...
    ah, eu queria ter ido lá :s'

    ResponderExcluir

Gostou?
Comenta e volte sempre que quiser :)