7 de jul de 2012

suddenly


Suddenly: essa é a palavra. Ha um tempo eu estava escrevendo uma sms e essa era a palavra que faltava e eu havia me esquecido sua escrita. Pedi ajuda aos universitários e me lembrei. Percebi também os significados e ramificações na vida da pessoa que vos escreve: eu! 

De repente eu cresci. De repente eu me vi com vidas em minhas mãos. Me vi apaixonada novamente. Criei responsabilidades. Re-amei. Cresci. Os pensamentos mudaram. As responsabilidades aumentaram, e eu poderia listar n outras coisas que de repente mudaram na minha vida. 

De repente a filhinha do papai parou de receber seu dinheiro. Começou a ganhar seu próprio. De repente aquela criança se foi e deu lugar a alguém (não totalmente adulta) e tomou para si a responsabilidade de formar seres humanos. De repente aquela mesma criança começou a entender os problemas que a rodeavam. Quando? Para onde ela se foi? Eu também não sei. 

De repente aquela menina que pouco se importava com seu jeito, virou alguém mais madura e vaidosa. De repente ela se achou mais bonita e começou a sorrir para o mundo. Se apaixonou e amou pela primeira vez. Foi feliz. Depois a ordem se inverteu: Amou e se apaixonou pela segunda vez: mas como se fosse a primeira. Foi novo. E diferente. Mas ela continou feliz. 

Tudo aconteceu tão depressa, que ela ainda não sabe onde pertence. Não sabe o que aconteceu. Só sabe que aconteceu. E o suddenly se torna cada vez mais presente em sua vida. De repente ela chora, de repente, sorri, de repente tudo está igual. Mas, da noite para o dia, está tudo diferente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou?
Comenta e volte sempre que quiser :)