16 de jan de 2011

E se pudéssemos voar


Desde pequena, sempre achei lindo as borboletas voando com suas cores pelos jardins. Os pássaros a cantar suas melodias quase perfeitas pelos ares. E sempre me perguntei: “E se pudéssemos voar?” eu voaria para longe. Bem distante de todos em alguns momentos. Talvez para chorar, talvez para sorrir e ser feliz. Voaria de casa em casa levando a esperança de um mundo melhor a todos que quisessem ela. Viajaria aos quatro cantos do mundo, para conhecer cada pedacinho desse mundão. Voaria por horas, até me cansar e continuar voando em busca de um lindo lugar. Viajaria levando o amor. Tentaria cantar minhas músicas preferidas em assovios curtos e precisos. Conheceria e aprenderia coisas novas para ensinar ao resto do mundo. Registraria as coisas belas e as mais tristes também, para mostrar a quem tem tudo, o que passa quem não tem nada. Me importaria. Ajudaria. Iria onde eu quisesse na hora em que eu quisesse. Conheceria pessoas incríveis, assim como meus maiores ídolos. Faria o bem. Traria o bem. Ah, se eu pudesse voar...

Um comentário:

  1. acho que seu seria um pouco mais egoísta, pretendo um dia poder voar, pretendo levar você comigo também rss'. mas por enquanto ainda não posso voar pra longe me satisfaço flutuando ao longo do beijo teu.

    ResponderExcluir

Gostou?
Comenta e volte sempre que quiser :)