19 de mai de 2011

Listen: Jack Hody Johnson, alguém aí conhece?



Sabe aquela voz, acompanhada de um violão, inexplicável? Canta músicas super relaxantes, e que dá para viajar legal? É exatamente isso o que eu penso sobre Jack Johnson. 
Esse havaiano de 36 anos, que conquistou o mundo com seu talento, começou a compor, graças a um acidente em uma competição de surfe, o que o fez ficar 90 dias parado. Nessas composições, sofreu bastante influência de Bob Marley.


Decidiu que não queria seguir a carreira de surf, e com 18 anos, resolveu ir estudar cinema na Califórnia. Isso lhe rendeu um documentário dirigido por ele: Thicker than water, gravado a partir de uma aventura com os amigos ao redor do mundo. O documentário, ganhou prêmio de documentário do ano, pela revista Surfer, em 1997.
Após esse, ele fez mais dois documentários, sendo um com trilha sonora composta por ele. Com incentivo de Ben Harper, que o indicou a uma gravadora, ele gravou seu primeiro CD: Brushfire Fairytales em 2001. A partir daí, ganhou reconhecimento mundial, e, por esse motivo, Ben Harper, pode ser considerado padrinho de Jack. Em 2003, lançou On And On e, em 2005, com o lançamento do seu terceiro CD, In Between Dreams, Jack alcançou 2° lugar no Top 200 da revista Billboard.
Em 2006, fez uma participação na trilha sonora do filme de animação: Curious George, que, mais uma vez ele compôs as músicas. Daí foi lançado o sucesso de Upside Down, que chegou a receber a certificação de Ouro pela ABPD em 2009 ao atingir a marca de 50 mil downloads no Brasil.


Em 2008, lançou o 4º disco: Sleep Through The Static. Com músicas dedicadas à família e amigos próximos.
Sua música é influenciada por artistas como Nick Drake, The Beatles, Rolling Stones, Sex Pistols, Jimi Hendrix, Tribe Called Quest, Bob Dylan, Ben Harper, Radiohead, G. Love and Special Sauce, Otis Redding, Neil Young, Bob Marley, Tom Curren, Kurosawa, Sublime e outros.
No dia 1º de junho de 2010, ele lançou seu mais novo álbum: To the Sea.
No início desse ano, foi anunciada sua turnê pelo Brasil, passando pelas seguintes cidades: São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Porto Alegre, Florianópolis e Rio de Janeiro. Com abertura dos shows feita pelo seu amigo G Love. E olhem que legal:  Toda a renda das apresentações do cantor no Brasil serão doados à instituições de caridade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou?
Comenta e volte sempre que quiser :)