30 de mai de 2012

quando você está longe, te sinto


quando lembro daquele seu ciúme bobo e fofo, das causas mais improváveis. Te sinto quando olho para o céu a qualquer momento do dia, e me lembro do nosso amor. Te sinto, quando ouço uma música tão a nossa cara daquele artista que adoramos, ah, quando ouço aquela guitarra inconfundível também. Te sinto, mais ainda quando ouço aquela música que nos emocionou naquele dia (até hoje me emociona). Te sinto também, quando vejo algo sobre nossa paixão e penso: "tenho que te mostrar isso". Te sinto quando estou com problemas até além da cabeça, e me lembro que no final do dia, te terei comigo dizendo: calma. Eu estou com você. Te sinto quando lembro que até as coisas ruins tem seu lado bom. Mínimo que seja.

Te sinto, em toda parte, por qualquer coisa. Me pergunto se você sente o mesmo, e no final, sem palavras ditas, você me responde que sim. E então, na distância, a saudade é minimizada, e mesmo longe, ainda te tenho comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou?
Comenta e volte sempre que quiser :)